domingo, 15 de fevereiro de 2009

Mudança de Fase

Introdução

É engraçado quando começamos a refletir sobre a vida, pois sem perceber fazemos uma divisão por fases. Por exemplo, quem nunca usou alguma variação das frases abaixo:

- “Ahhhh, isso aconteceu antes de eu entrar na empresa X”.
- “Quando fiz aquela viagem, ainda nem conhecia minha esposa (ou esposo)”.



Ou, simplesmente (frase genérica =))...

- “Isso aconteceu | antes | durante | depois | do evento X.”

Ou seja, nossa vida é composta por diversas fases, algumas são identificadas por eventos importantes que criam marcos inesquecíveis.

Apesar de normalmente passarmos por elas sem perceber, essas fases podem durar meses, anos ou décadas. O engraçado é que sempre citamos inconscientemente os períodos importantes da nossa vida, e não necessariamente o ano em que o evento ocorreu (é só dar uma olhada nos exemplos de frases).
Acredito que a reflexão sobre essas fases é um ótimo exercício. Ela permite enxergar o quanto evoluímos (ou não), o que conquistamos, o que perdemos... Enfim, o quanto “mudamos” com o passar do tempo.
Bom... Depois dessa, é provável que alguns de vocês estejam pensando: "Não viaja rapaz, quem vive de passado é museu!"

Lamento informar que eu viajo mesmo (Duvida? É só fazer um filtro pela label "ViagensDoAlessandro"). Mas, neste caso, não acredito que seja uma viagem psicodélica; conforme comentei em 2007, no texto 25 anos depois, "o passado reflete no presente".

Falando no texto 25 anos depois, aquele foi um exemplo de reflexão sobre as fases da vida (utilizei os anos dos eventos para facilitar a vida daqueles que não me conhecem há tanto tempo).

Mas por que "falei" tudo isso? Vou responder antes de vocês perguntarem. =)

Quero falar sobre dois marcos muito importantes na minha vida, eles são separados por exatamente 10 anos (dezembro de 1998 e dezembro de 2008).

SENAI

Naquele mesmo texto sobre os 25 anos eu falo rapidamente sobre meu período no SENAI. Não me recordo o dia exato, mas lembro como se fosse hoje do dia que fiz a inscrição para o Curso de Aprendizagem Industrial, na escola SENAI “Professor Vicente Amato”, em Jandira.

O processo seletivo foi um pouco demorado, além da prova escrita, que todos os inscritos realizaram, lembro de ter feito outros exames. Todos listaram os 3 cursos que desejavam realizar, por ordem de prioridade. As opções eram: Mecânico Geral, Eletricista de Manutenção, Ajustador Mecânico e Caldeireiro. Lembro de ter estudado bastante para a prova, pois desejava realizar o curso de Mecânico Geral, e este era um dos mais procurados.

Em janeiro de 1997 estava lá eu, com 14 anos e todo empolgado para aprender coisas novas. Aquele dia tinha tudo para ser perfeito, mas um incidente acabou atrapalhando: Minha marmita não esquentou! Hoje dou muitas risadas quando me lembro disso, mas não foi muito legal comer a comida fria. =)

Durante dois anos convivemos juntos, durante 9 horas por dia, naquele ambiente que misturava diversão, disciplina e muito trabalho. Enfrentamos momentos difíceis, o mais marcante foi receber a notícia do falecimento do nosso companheiro César Jesus dos Santos, isso aconteceu no último semestre do curso, em um acidente com a bicicleta que o transportava todos os dias para o SENAI.

...

Posso dizer que o SENAI foi um divisor de águas na minha vida, além da parte técnica que nos foi ensinada, lá tive muitas lições sobre como trabalhar em grupo, como respeitar as diferenças e também sobre como se comportar dentro de uma empresa. Além disso, não posso deixar de citar os valiosos conselhos dos professores, que estavam sempre dispostos a nos ajudar, mesmo fora do horário de aula.

Em dezembro de 1998 estávamos lá, quase dois anos depois daquele dia em que minha marmita não esquentou, nos formando como “Mecânicos Gerais”, foi um evento inesquecível! Continuei no SENAI por mais um ano, me especializando como Mecânico de Manutenção, depois disso, em janeiro de 2000, iniciava em meu primeiro emprego, fui trabalhar como auxiliar de serviços gerais, na Primi Formulários (outra grande escola).

FACULDADE

Quem me conhece ou leu o texto dos 25 anos sabe que o início da faculdade foi um pouco conturbado para mim, pois mudei de curso nas primeiras semanas de aula (de Ciência para Computação para Sistemas de Informação). Depois disso, foi tudo muito tranqüilo (bom... se for considerar toda correria e dificuldades financeiras, concluo que não foi tãããão tranqüilo assim). Mas em meados de 2005 a tranquilidade acabou; quando eu estava no terceiro ano participei de um projeto na empresa onde trabalhava, o volume de trabalho fez com que eu me ausentasse da faculdade durante o resto de 2005 e em 2006. O aprendizado adquirido neste período foi algo que não tem preço, mas custou um atraso de dois anos para conclusão do curso.

Em janeiro de 2007 estava lá eu, começando novamente o terceiro ano. Bom... Posso resumir os anos de 2007 e 2008 com uma frase: “FOI PUNK!!!!!”. Conciliar a correria da faculdade com a correria da empresa não é algo simples (quem conhece a experiência, sabe do que estou falando), foram vários sábados, domingos e noites fazendo trabalhos e estudando para provas.

Na noite do dia 9 de dezembro de 2008 (terça-feira), praticamente dez anos depois da formatura do SENAI, eu estava tenso, esperando para fazer a última prova do curso de Sistemas de Informação. A matéria era complexa, Computação Gráfica, mas, graças a Deus, eu não precisava de muita nota para ser aprovado, mesmo assim a expectativa era grande, afinal de contas, foram 6 anos esperando por aquele momento.

Não consigo descrever a sensação de alívio depois da prova! Enquanto caminhava pelos corredores do UNIFIEO, surgiram várias lembranças dos 6 anos que estive por ali. A partir daquele momento eu estava livre para iniciar uma pós, mestrado, MBA ou especialização.

Mas foi hoje (15 de fevereiro), lá pelas 11 da manhã, que selamos o fim do curso. No HSBC Brasil aconteceu nossa emocionante colação de grau. Na outorga com os representantes dos cursos, a professora Regiane Relva Romano, representando o reitor do UNIFIEO, nos declarou Bacharéis em Sistemas de Informação.

MOTIVAÇÃO E AGRADECIMENTOS

Alguns podem estar questionando: “Alessandro, pra que todo esse blábláblá?!?!?! Seu blog está virando o ‘meu querido diário’?!?!?!”

Não! Tenho algumas razões simples que me motivaram a escrever este texto:

1 – Muita gente poder estar enfrentando hoje uma situação semelhante a que enfrentei para chegar aqui. Sabendo o quanto é difícil (seja por questões financeiras, cansaço, etc.), acho importante compartilhar minha experiência;

2 – Convidar todos para refletirem sobre as fases da vida;

E, principalmente:

3 – O texto é uma das formas de agradecer a ajuda e apoio de todos que estiveram ao meu lado nesse período. Durante vários momentos do curso, diversas pessoas participaram de alguma forma para que eu conseguisse prosseguir:

- Quando eu estava tentando me transferir para Sistemas de Informação, ocorreram alguns problemas para conseguirem a vaga, isso fez com que eu pensasse em trancar a matrícula. Agradeço pelos conselhos da minha amiga Jaqueline, eles contribuíram muito para que eu fosse paciente e esperasse a vaga surgir.

- Agradeço pela grande ajuda da minha amiga Déia. Ela terminou o curso em 2007 e forneceu o material utilizado no terceiro e quarto ano. Suas anotações foram um ótimo apoio nos estudos de Sistemas Distribuídos, Java, Computação Gráfica e etc.

- Muito obrigado aos professores que estiveram conosco durante o curso, principalmente àqueles que me aconselharam e me ajudaram no período em que estive fora da faculdade.

- Também quero agradecer pela ajuda de todos os colegas que fizeram SI! Principalmente na época de provas era possível observar a união entre os grupos (independente das diferenças de cada um), sempre compartilhando materiais estratégicos e dicas fornecidas por colegas que já haviam feito as provas.

- Aos amigos Suellen Fontes e Nelson Júnior, por todos os sábados, domingos e noites, na faculdade ou na Padoca do Anão. Estudando ou fazendo trabalho, pelos momentos de risadas (vários!!!), “tiração de sarro” ou discussões. Durante esses dois anos conseguimos nos complementar, participando das conquistas e dificuldades enfrentadas no curso. Muito obrigado por me suportarem nesse período, a ajuda de vocês foi fundamental!

- Agradeço especialmente pela ajuda e apoio da minha família, não só neste momento, mas em tudo que enfrentei até hoje. Entre tudo que recebo da minha família, posso citar os conselhos do meu pai, o suporte e preocupação da minha mãe (sempre deixando a janta pronta e me esperando até tarde) e o companheirismo dos meus irmãos como alguns alicerces para que eu tenha chegado até aqui.

- Também agradeço a Deus, pela ajuda em todas as áreas da minha vida e por colocar as pessoas certas no meu caminho.

**Início do trecho incluído no dia 05 de maio de 2009**

Acredito que a frase (e o vídeo) que segue conclui muito bem a mensagem que desejo passar neste texto, além disso, é uma das ótimas lembranças do grande Ayrton Senna:

"Seja quem você for, seja qualquer posição social que você tenha na vida, a mais alta ou a mais baixa, tenha sempre como meta muita força, muita determinação e sempre faça tudo com muito amor e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá."



**Fim do trecho incluído no dia 05 de maio de 2009**

E AGORA?

Bom... Graças a Deus estou iniciando uma nova fase, a pós-graduação e a especialização estão engatilhadas. Agora é seguir com muita fé e trabalho em busca de novas conquistas.

Quero registrar meus parabéns e desejar muito sucesso para todos os colegas que selaram hoje sua conquista! Boa sorte para todos vocês!

Sei que o texto ficou longo, por isso agradeço a paciência dos que conseguiram acompanhá-lo até o final.

Um abraço,
Alessandro.

20 comentários:

zemarco disse...

Alessandro, muito obrigado. Pode contar comigo sempre que precisar ou mesmo sem precisar.
Abraços

Andre Furtado disse...

Isso ai, sempre devemos quebrar nossa zona de conforto da fase atual e passar para uma proxima:
http://afurtado1980.spaces.live.com/blog/cns!63514833CE40C143!774.entry

Grande abraco!
-- AFurtado

Nestor Portillo disse...

Congratulations, good message and good luck

Anônimo disse...

É isto ai Ale...
Estamos todos juntos e misturados...
Partindo para as próximas fases que virão..
E que teremos como companheiros os amigos e colegas conquistados nas anteriores...
Estamos aqui!!

Bjs
Sil

Anônimo disse...

Parabéns Alessandro pela conquista. Acabei de chegar do HSBC. Minha sobrinha também "selou" uma fase hoje de sua vida se formando em Design Digital. Desejo muito sucesso à vc. Conte sempre comigo. Abraços.Geraldo Micai

suellen disse...

Eu que agradeço à Deus por colocá-los no meu caminho, você e o Nelson. Neste período de estudos, percebemos que trabalhar em equipe foi fundamental, cada um com sua característica pôde complementar o outro e assim, isto só nos ajudou a conseguir está grande conquista em nossas vidas. Saibam que vocês são marca garantida em minha vida.
Companheirismo, risos, discussões, só pra não cair na rotinna.. rss. Marcaram nossos estudos e trabalhos, graças à Deus bem concluídos. Só te desejo sucesso, hoje e sempre ... Você merece... Continue assim.. Guerreiro..

Beijos
Suellen Fontes

Anônimo disse...

Parabéns meu amigo!

Com certeza foi uma vitória não só esperada por você mas pelos seus amigos: Eu, Alexandre, Vagner, Bruno e Thiago.
Só sentimos a sua falta ontem no passeio pelas trilhas de Igaratá. Foi muito legal e bem organizado.

Um forte abraço e eu toço por você.

Abraço, Carlos Cardoso.

Fernando Araujo disse...

Ale, gostei mto do texto!
Vc é um cara que MERECE todo respeito do mundo! Te admiro demais pela pessoa que vc é, um coração gigante!

Pode ter certeza que desse lado aqui vc tem um amigo para quando vc precisar!

Forte abraço Ale!

Obs.: O complicado de ler esse texto nao foi somente ler ele, foi ter lido o 25 anos depois...rs

Anônimo disse...

Oi Ale,
apesar do pouco tempo que te conheço e do pouco contato também, eu não poderia esperar menos de você.
Você é um cara guerreiro, e merece o melhor de Deus pra sua vida.
Cada dia aprendo mais com você.
Te desejo muito sucesso nessa fase nova, já sabe, conte comigo sempre.
Bjão
Paty

Anônimo disse...

mano para de ser mal agradecido e relacione a Isa como sua grande mentora!!!

mano do Brás

Anônimo disse...

Oi Ale...Parabéns por mais essa conquista!!!Desejo que vc desfrute de mtas dessas boas fases daki para frente...Pude acompanhar um pouquinho dessa sua jornada e sei o qto vc se esforçou para tudo isso..
Não nos falamos com tanta frequência mas desejo tudo d bom pra vc d coração....
Bjinhhus querido...
Alyne

Fernanda disse...

Parabéns, Alessandro, vc merece!!!
sei bem como é essa sensação de alívio,é praticamente sem palavras... mais continue sim sedejando alcançar novas conquistas e lute sempre por elas, certo de q vencerá todas...
bjs

Carmem Lúcia disse...

Olá Alessandro!! Também considero importante considerar o passado principalmente quando percebemos o quanto crescemos e melhoramos.
Acredito ainda que a nostalgia não é tão ruim assim como pensam. É claro que ela pode nos deprimir se não temos sonhos, porém caso contrário ela pode ser a motivação que vai nos impulsionar a sermos cada melhores e alcançar novos objetivos.

Até mais!!

Carmem Lúcia

nelson disse...

Ale,
Obrigado pela palavras, faço delas as minhas.
Realmente não foi fácil, noites em claro e os tão famosos "comandos da madrugada...com os Gulart de Andrade...rs rs rs
mas enfim,deu certo...acabamos a primeira fase, como disse os professores.
Obrigado, por toda a ajuda e companheirismo...que Deus abençoe a todos nós.

att

Nelson Junior

Anônimo disse...

Parabéns Alê,eu admiro muito pela paciência e determinação e te desjo muito sucesso sempre!!!!!
Beijos,Lu

Sérgio Mendes disse...

Olá primo, você é um grande exemplo para nossa família, onde tem pessoas que todos os dias enfrentam dificuldades como as relatadas por você.
Te digo em nome da minha família que temos orgulho de você a da bela família que tem.
Pena que não temos muito tempo para comer aquela macarronada de domingo como nos velhos tempos.

Lhe desejo muita sorte nessa sua nova caminhada.

Abraços,

Sérgio Mendes de Almeida

Anônimo disse...

Parabéns Alessandro! Esse menino vai longe!
Desejo muita sorte nessa nova etapa.
Eu ainda não te contei, porque quando eu voltei de férias vc foi embora. Mas achei um e-mail resposta de uma pergunta que fiz num site (acho que era no Fórum Access) e quem me responde é um Alessandro Almeida. Isto, alguns anos antes de trabalharmos juntos. Será que era vc?
Abs.,
Stela

Anônimo disse...

Parabéns por esta conquista, meu caro amigo.
Grande abraço,
--
Paulo Dentello

Joicy disse...

Hey moço
Parabéns pelo caminho que vc traçou até aqui.
As histórias de luta são sempre mais bonitas.
E vc DE FATO escreve muito bem

Bjus

Joy.

Gislene Marques disse...

Ale,
Histórias de vida são sempre fascinantes, parabéns, mas aquelas que refletem dedicação, esforço e muita força de vontade são matérias valiosas para aqueles que estudam a vida.
Gosto muito de ver as pessoas se desenvolvendo, por isso quero ser professora e conhecer você, pra mim, foi um marco.
Abç
Gislene Marques

Related Posts with Thumbnails